8th INTERNATIONAL CSA SYMPOSIUM

Decolonize o seu prato, Amazonize o mundo!

O Comitê Internacional da URGENCI tem o prazer de anunciar Decolonize a sua, Amazonize o Mundo, o Simpósio Internacional on-line de Comunidade que Sustenta a Agricultura (CSA), de 25 a 30 de Outubro de 2021. Será a 8ª edição do simpósio e será realizado em cojunto com o 5º Encontro Europeu  do movimento CSA. Será também o 10º aniversário do movimento CSA no Brasil! Será seguido pela Assembleia Geral da rede internacional URGENCI, 2-3 de Novembro.

URGENCI é uma rede de muitas redes nacionais e regionais em todo o mundo, e conta com cerca de 3 milhões de membros. Enquanto movimento social, faz parte do movimento mundial de soberania alimentar e do movimento de economia solidária. O simpósio irá demonstrar o impacto dos sistemas alimentares alternativos, tanto a nível local como global.

Porque é que vamos nos reunir?

Há muitas questões candentes nas nossas comunidades. Como podemos construir uma mobilização cada vez maior para realizar o direito à alimentação e à nutrição? No rescaldo da pandemia, onde reside o poder das nossas parcerias em fornecer uma base resiliente para sociedades desarticuladas? Qual é o papel da agroecologia camponesa na construção de parcerias locais baseadas na solidariedade entre produtores rurais e consumidores conscientes e coagricultores? Como assegurar que as nossas parcerias estão contribuindo para a construção de laços sociais mais fortes? Como assegurar que os nossos esforços sejam colectivizados e refletidos em políticas públicas e internacionais para sistemas alimentares genuinamente sustentáveis e sauádveis para todos?

 Vamos respirar fundo e olhar juntos para as nossas histórias de sucesso, a nossa visão comum, as nossas experiências, as lições aprendidas e os nossos desafios em comum. 

Agricultores, pastores, pescadores, representantes e apoiantes da rede, defensores – todos partilhando deste encontro. 

Workshops, intercâmbios de práticas: protagonistas vindos de todas as partes do mundo terão a oportunidade de construir um novo capítulo para o movimento. Um dos princípios-chave da CSA é construir relações diretas baseadas na confiança entre produtores e consumidores. A CSA também permite a milhões de pessoas em todo o mundo o acesso a alimentos frescos, saudáveis e ricos em nutrientes de uma forma inclusiva, ao mesmo tempo que garante a subsistência decente de milhares de agricultores. É também um meio poderoso de assegurar ligações urbano-rurais genuínas.

Entre os destaques do Simpósio, haverá uma noite dedicada ao 3º Festival de Cinema CSA e, como final, a Assembleia Geral da URGENCI (2 a 3 de Novembro).

Junte-se a nós, e terá a oportunidade de:   

  • Vibrar durante as sessões de “arte agrícola” criadas por ativistas do Brasil e de todos os cantos do mundo
  • Intercâmbio com profissionais experientes 
  • Ouvir de outras redes CSA
  • Refletir sobre como articular melhor o apoio aos agricultores agroecológicos e a justiça social, econômica e ambiental
  • Colher novas ideias sobre como desenvolver as suas parcerias
  • Conhecer a rede em torno de diferentes papéis: de agricultores para agricultores, de pescadores para pescadores, ou do setor transversal 
  • Descobrir novas iniciativas
  • Participar no Festival de Cinema CSA e ter a oportunidade de conhecer os produtores dos filmes

 

Fazemos aqui um chamado aos representantes de todas as iniciativas da CSA, redes locais e nacionais para se reunirem para este evento único!

Porquê acolher este encontro em Manaus?

O evento terá, no entanto, sede em Manaus, Brasil, na floresta tropical amazônica. Manaus foi escolhida como a cidade anfitriã antes mesmo do início da pandemia de Covid-19. 

Sendo a maior cidade da Amazônia, Manaus é conhecida pela sua diversidade cultural e pelas suas maravilhosas paisagens tropicais. Tornou-se ícone da resiliência das iniciativas alimentares alternativas durante a pandemia do Covid-19, e sobreviveu a duas terríveis crises sanitárias, durante as quais os hospitais locais ficaram sem leitos e sem oxigênio. Manaus é também um símbolo da sobre-exploração das florestas tropicais: quando a Amazônia é notícia, geralmente é devido à mineração ilegal, incêndios e desflorestamento, e ataques do agronegócio aos direitos dos Povos Indígenas. Estas gigantescas lutas interligadas devem-se em parte à crescente procura de produção industrial de grandes produtos de base agrícola para abastecer os mercados mundiais. 

Não só a Amazônia, mas as histórias do Brasil, América Latina e do Norte baseiam-se em conquistas europeias passadas, colonização e ocupação dos territórios ancestrais de culturas e grupos étnicos nativos. Este processo causou muitas mudanças profundas ao impor uma cultura eurocêntrica às muitas culturas locais e tradicionais na formação das sociedades atuais das Américas. Com o tempo, o processo de colonização mudou os hábitos alimentares que, por sua vez, contribuíram diretamente para a erradicação dos sistemas de produção alimentar baseados no conhecimento tradicional. 

O movimento CSA acredita que ainda está em nosso alcance inverter esta tendência, fazendo as escolhas certas quanto ao que colocamos nas nossos pratos, e juntando-se a outros movimentos sociais para construir poder popular. A Soberania Alimentar celebra 25 anos de existência este ano: podemos e devemos recuperar o contrôle democrático das nossas cadeias alimentares, emancipar-nos como coprodutores e produtores, e desmantelar o poder corporativo. Como podemos conseguir isto? Juntos, unidos, podemos coletivamente Decolonizar os nossos pratos! 

Para os povos não-indígenas, a decolonização é também o processo de examinar as nossas crenças sobre os povos indígenas e suas culturas, aprendendo sobre nós próprios em relação às comunidades onde vivemos. Uma vez que deixamos de considerar a Amazônia do ponto de vista do agronegócio, começamos a perceber que existem muitas Amazonias diferentes, cada uma delas um rico mosaico de ecossistemas naturais e riqueza cultural. Lutar pela floresta é dar poder às pessoas que lá vivem e ajudar a proteger o solo ancestral para as gerações futuras. Isto requer uma relação simbiótica com a nossa casa comum e com aqueles com quem a partilhamos. Para salvar a Amazônia, vamos Amazonizar o mundo! Só então os pulmões do planeta poderão continuar a respirar e os nossos corações a bater!

Porque é que nos vamos encontrar online?

A decisão foi tomada em Fevereiro para realizar o Simpósio online, devido às condições incertas criadas pela pandemia, à falta de apoio de financiadores para este tipo de evento presencial em 2021, e, mais importante, para evitar qualquer desigualdade de acesso ao evento entre os participantes que enfrentam diferentes situações no que diz respeito tanto à circulação das variantes de Covid-19, assim como ao acesso à vacinação em seus países de origem. Ficou claro para nós que ou todos podeíramos ter a chance de participar do evento presencial, ou nenhum de nós iria!

Sabemos como é difícil participar numa reunião on-line que dura vários dias, especialmente quando esta substitui um evento tão colorido e diverso como o tradicional encontro dos nossos movimentos de CSA. Contudo, é importante que guarde as suas datas para que nos possamos encontrar, refletir e construir em conjunto o nosso plano de ação. É igualmente crucial ver as pessoas de quem gostamos e que perdemos de maneira momentânea a possibilidade de encontros face a face. Faremos o nosso melhor para construir um programa suficientemente leve e flexível para ser acessado por um grande número de agricultores, pescadores e ativistas de todo o mundo. 

O Simpósio Internacional será portanto apenas durante as sessões de “manhã” para o Brasil (das 07h00 até às 10h00 – horário de Brasília). Foi a melhor maneira que encontramos para atender a todos: para alguns será cedo no dia, para outros já será à noite, mas ainda assim será possível nos encontrarmos todos. 

Haverá contudo sessões “noturnas” como parte do 5º Encontro Europeu do Movimentos CSA (nos dias 27 e 28 de Outubro). Haverá também sessões “matinais” para os nossos membros asiáticos. Na manhã de 29 de Outubro realizaremos a 3ª reunião da rede mediterrânea de Parcerias Locais e Solidárias para a Agroecologia (LSPA, que inclui a CSA mas também outras formas de parcerias diretas entre produtores e consumidores). 

Como se pode inscrever?

Por favor, preencha o formulário de inscrição antes de 15 de Setembro de 2021. 

Formulário de registo → https://pollen.urgenci.net/symposium2021/

Tal como nas iterações anteriores do Simpósio Internacional, esperamos alcançar um equilíbrio geográfico e de circunscrições, evitando a sobre-representação e sub-representação de qualquer país ou região, e assegurar que os produtores estejam bem representados. O nosso objetivo é também o equilíbrio de gênero. Por isso, poderá haver um processo de seleção de delegações a nível nacional, se necessário. 

Note-se que esta reunião, envolvendo vários níveis de ação e trabalho em rede, será apoiada e tornada possível por uma equipe de intérpretes profissionais voluntários, que irão interpretar até 5 idiomas (Português, Espanhol, Inglês, Francês e Mandarim). Todos eles serão apoiados por uma equipe de técnicos. 

Precisaremos de alguma ajuda adicional de voluntários. Isto é para garantir o sucesso deste evento e um verdadeiro momento de convívio. Se puder e estiver disposto a ajudar-nos, por favor mencione-o no formulário de inscrição online. Agradecemos desde já a sua ajuda!

Portugês-PDF